Veja o que é fibrilação atrial e como reconhecer a doença

shutterstock_363299582

 

Caracterizada por ritmo irregular e acelerado dos átrios do coração, a fibrilação atrial é associada ao avanço da idade acometendo, principalmente, pacientes idosos com problemas cardíacos. Aí, surge o alerta: uma proporção considerável das pessoas que sofrem desta doença não se queixa de qualquer sintoma. Além disso, o atendimento inadequado pode levar a consequências importantes, como eventos tromboembólicos, insuficiência cardíaca e até demência, que são até cinco vezes mais frequentes nesses indivíduos do que naqueles que não apresentam fibrilação atrial.

FIQUE ATENTO!

A fibrilação atrial pode provocar a formação de coágulos no coração, que podem, através da circulação,  chegar às artérias responsáveis por levar o sangue para o cérebro, provocando o entupimento das mesmas

Quais são os fatores de risco da doença?

Alguns fatores como hipertensão arterial, diabetes, presença prévia de insuficiência cardíaca, idade maior do que 65 anos, aterosclerose nas artérias do coração, obesidade, insuficiência renal crônica, doença nas válvulas do coração, doença pulmonar obstrutiva crônica, apneia do sono, uso diário de álcool, dentre outros, aumentam o risco de ocorrência do problema.

 

 

Anúncios